EN / PT


Be my Quarantine
Mapear tempos e espaços de isolamento

OPEN CALL para expôr trabalhos sobre isolamento em tempos de Covid-19



No contexto atual onde a saúde pública está em risco, desencadeada pela disseminação global de uma pandemia gerada pelo vírus Covid-19, torna-se pertinente e crucial fomentar o debate sobre um conjunto de questões emergentes relativas ao distanciamento humano e espacial. Novos desafios são colocados à sociedade sobre o ato de ficar isolada, de trabalhar em casa, de comunicar sem tocar e sobre os seus efeitos nas dimensões económicas, espaciais, humanas e mentais.

Seguindo esta nova realidade global que se reflete no "não saber" o que o amanhã poderá trazer, pretendemos que a presente call seja uma plataforma para debater as seguintes questões:

Quais são os novos padrões de comportamento social e ocupação espacial em estado de isolamento? O que significa colectividade quando a presença física é limitada? Quais as novas relações entre espaços públicos e privados? Quais são as novas fronteiras? Quais as diferentes escalas de intimidade e partilha no espaço doméstico? Onde está o espaço mental num estado de confinamento físico? O que significa neste contexto o “global” e o “local”? Como é que perante novos desafios sociais e físicos, poderemos representar o espaço privado e o tempo em isolamento?

Be my Quarantine”: Mapear tempos e espaços de isolamento é um convite aberto interdisciplinar, para todos os interessados em documentar, arquivar, e representar criticamente assuntos sobre estes tempos e espaços de isolamento, partindo das suas experiências pessoais. Os participantes são convidados a mapear narrativas de isolamento, tendo como premissa as suas rotinas diárias, silêncios, desesperos, lutas e esperanças, enquanto resposta às questões referidas.

Cada participante deve enviar o seu mapa produzido, complementando-o com um pequeno texto em português ou inglês (300 palavras no máximo), que explique a  sua experiência vivida em quarentena ou distanciamento social provocado pelo Covid-19. O envio estende-se até ao dia 1 de julho de 2020, através do email hello@spacetranscribers.com. Para mapear tempos e espaços de isolamento, incentivamos cada participante a explorar diferentes meios de representação, como: vídeo, gravação em áudio, fotografia, desenho, escrita, poesia, colagem, performance, etc.

Após a recepção de trabalhos, as propostas serão selecionadas e exibidas no Museu Nogueira da Silva, em Braga, Portugal. A data da exposição será posteriormente confirmada, devido às restrições atuais em tempos de incerteza.

Diretrizes

Texto pequeno em Português ou Inglês (no máximo 300 palavras) + Mapa (formato livre, por exemplo: imagem, texto, vídeo, colagem, etc.) + Identificação dos participantes (Nome completo; idade; nacionalidade; profissão; email).
Enviar para hello@spacetranscribers.com.

Prazo para envio da documentação

1 de julho de 2020.

Local e data da exposição

Museu Nogueira da Silva em Braga, Portugal. Data a ser confirmada, devido às restrições atuais em tempos de incerteza.

Promotor


Support